Como denunciar violência doméstica na Internet? Projeto tem bot no WhatsApp

O programa Você Não Está Sozinha do Instituto Avon, elaborado para auxiliar vítimas de violência doméstica, anunciou nesta terça-feira (28) um robô para WhatsApp capaz de orientar mulheres a realizarem denúncias de agressão. A ferramenta, lançada em parceria com Uber e Wieden+Kennedy, simula uma conversa comum no mensageiro para não levantar suspeitas ao agressor.

De acordo com os dados informados pela vítima à assistente virtual no WhatsApp, o robô pode sugerir ir ao hospital ou a uma delegacia da mulher. Nesse caso, o Uber fornece um código promocional para fazer a corrida de graça. Instituições temem por um aumento em nível global de violência doméstica com a quarentena voluntária em prevenção à pandemia do novo coronavírus.

Campanhas online oferecem assistência a vítimas de violência contra a mulher — Foto: Melissa Cruz Cossetti/TechTudo
Campanhas online oferecem assistência a vítimas de violência contra a mulher — Foto: Melissa Cruz Cossetti/TechTudo

Campanhas online oferecem assistência a vítimas de violência contra a mulher

A assistente virtual está disponível no WhatsApp a partir do contato (11) 94494-2415, independente da localização da vítima. Ao acioná-la, ela simula uma conversa comum no mensageiro, e a vítima deve se comunicar com respostas de “sim” ou “não” de acordo com os questionamentos do robô. A assistente também oferece apoio psicológico com mensagens como “lembre-se: a culpa não é sua”, além de orientações caso seja necessário ir a uma delegacia da mulher.

Assistente virtual no WhatsApp orienta a vítima de violência doméstica — Foto: Divulgação/Uber
Assistente virtual no WhatsApp orienta a vítima de violência doméstica — Foto: Divulgação/Uber

Assistente virtual no WhatsApp orienta a vítima de violência doméstica — Foto: Divulgação/Uber

Há outras iniciativas do tipo na Internet. A ISA.bot, por exemplo, é uma ação do Think Olga e do Mapa do Acolhimento com apoio do GoogleFacebook e ONU Mulheres, que fornece informações e orientações sobre violência contra a mulher. A robô está disponível no Messenger a partir de conversa na página do projeto no Facebook (facebook.com/chama.isa.bot) ou pelo comando “OK Google, falar com Robô Isa” no Google Assistente.

Já o aplicativo Magazine Luiza, com a campanha #EuMetoAColherSim em 2019, passou a disponibilizar a opção “denuncie violência contra mulher” no menu lateral. A ferramenta permite ligar para o 180, linha de apoio para violência doméstica, com a mesma proposta de fazer denúncias de maneira discreta para não levantar suspeitas e colocar a vítima ainda mais em risco dentro de casa.

Write a Comment